quinta-feira, 2 de julho de 2009

Liberdade




O que nos torna livres nesse mundo de convenções, deveres e fronteiras invisíveis? Pra mim, seria o fato de aceitarmos as consequências de nossas escolhas, sabermos lidar com os nossos erros e comemorar os acertos, visando o que nos aguarda e tentando melhorar o que nos torna imperfeitos por natureza. Isso é qualificado como responsabilidade. É ela que confere realidade à liberdade. Somente aquele que sabe distinguir o certo do errado e é humilde o suficiente para admitir suas fraquezas se torna capaz de evoluir. O outro tipo de homem dissimula, é pobre de espírito, sente piedade dele próprio, se esconde em suas imperfeições e altece suas qualidades a fim de se proteger de seus próprios defeitos e do medo de fraquejar.

Um comentário:

  1. Parece que tu sabes exatamente tudo aquilo que eu preciso ouvir.

    ResponderExcluir